2

São Gonçalo do Amarante - CE - Domingo 29 de novembro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.424

Bolsonaro vai demitir 30 mil funcionários na Petrobras nos próximos dois anos


(Foto: Reuters/Sergio Moraes)

Objetivo da gestão de Roberto Castello Branco é reduzir o quadro de funcionários de 80 mil para 50 mil trabalhadores, em um Brasil já marcado pelo desemprego recorde, com os maus resultados de Paulo Guedes

8 de março de 2020

O governo de Jair Bolsonaro pretende demitir 30 mil funcionários da Petrobrás até 2022. A informação foi publicada na coluna do jornalista Lauro Jardim, neste domingo, no jornal O Globo. Ele informa que o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, considera excessivo o quadro de 80 mil funcionários e pretende chegar a 50 mil.

É uma má notícia em um Brasil já marcado por desemprego e informalidade recordes. Desde o golpe de 2016, a Petrobrás vem passando por um processo de encolhimento. A empresa vendeu ativos, cedeu blocos do pré-sal a empresas estrangeiros e o plano, no governo Bolsonaro, é privatizar refinarias.

Brasil 247


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor