Camilo Santana decreta emergência de Saúde Pública no Ceará e suspende aulas e eventos por 15 dias


Camilo Santana
(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O governador também suspendeu as férias de todos os servidores públicos de saúde do estado, a higienização dos transportes públicos e o envio de ofício para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Anvisa solicitando suspensão de voos internacionais para o Ceará

16 de março de 2020

O Estado do Ceará declarou nesta segunda-feira, 16, emergência de Saúde Pública por conta da expansão do coronavírus (COVI-19)  no Brasil e no Nordeste. O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou após reunião realizada pelo Comitê de Enfrentamento Estadual contra o vírus. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado.

Também foi anunciado a suspensão das aulas em escolas e universidades públicas, assim como qualquer evento público acima de 100 pessoas, a partir de quinta-feira, 19, por 15 dias.

Nesta segunda-feira (16), Universidade Estadual do Ceará (Uece), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e da Universidade de Fortaleza anunciaram a suspensão de aulas e atividades presenciais.


O Comitê se reuniu pela primeira nesta segunda-feira, 16, no palácio da Abolição. Um novo boletim da Secretaria da Saúde do Ceará foi divulgado, informando que o estado tem nove casos confirmados de coronavírus, todos na Grande Fortaleza.

O governador também suspendeu as férias de todos os servidores públicos de saúde do estado, a higienização dos transportes públicos e o envio de ofício para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Anvisa solicitando suspensão de voos internacionais para o Ceará.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor