Governador Camilo Santana do Ceará montou um hospital de 230 leitos exclusivamente para atender casos de coronavírus e já começa a funcionar neste domingo


Hospital Leonardo da Vinci, localizado no Centro, já está sob gestão da Sesa e será usado como retaguarda no atendimento aos casos de coronavírus
(Foto: Divulgação/Clínica Boghos Boyadjian)

Hospital Leonardo da Vinci, localizado no Centro, já está sob gestão da Secretaria de Saúde e será usado como retaguarda no atendimento aos casos de coronavírus

KAMILLA VASCONCELOS | 20/03/2020

O Hospital Leonardo da Vinci, localizado no Centro de Fortaleza, começa a atender a partir deste domingo, 22, casos suspeitos e eventuais confirmações do novo coronavírus na Capital. O anúncio foi divulgado pelo secretário da Saúde do Ceará, Dr Cabeto, na tarde sexta-feira, 20, durante uma live no Facebook.

O hospital estava desativado e passa a ser administrado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), funcionando como “retaguarda das unidades de atendimento” já existentes. De acordo com Dr Cabeto, a unidade conta com cerca de 230 leitos, sendo 30 de UTI, atendendo especificamente a rede pública. “É óbvio que tudo isso pode mudar. Amanhã a rede privada precisa, ninguém vai negar atendimento. Mas ele foi planejado para dar suporte a rede pública, prioritariamente, que é a grande maioria das pessoas”, explica o secretário.

O Hospital Leonardo da Vinci não terá atendimento de emergência e os pacientes só serão encaminhados à unidade por meio de uma central de regulação.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor