Cartão de Proteção Social Mais: Prefeitura de São Gonçalo do amarante amplia programa de apoio para duas mil famílias de trabalhadores autônomos


02 Abril de 2020

A manicure Alessandra, de 38 anos, mãe solteira e provedora da casa, tem dois filhos e é uma das trabalhadoras informais que poderá ser beneficiada com o Cartão de Proteção Social Mais.  Profissional informal e nativa do distrito do Pecém, ela fala da importância do auxílio neste momento em que as atividades estão paralisadas. “Toda ajuda é muito bem-vinda e a Prefeitura Municipal está pensando justamente naquelas famílias mais carentes, e que estão sem renda e sem poder trabalhar por causa desse vírus”, ressaltou a manicure.

Como Alessandra, mais 2 mil famílias de trabalhadores informais e microempreendedores de São Gonçalo do Amarante aguardam receber o benefício através do Programa Cartão Social Mais, criado pela Governo Municipal para dar auxilio às pessoas em situação de vulnerabilidade social. O benefício é voltado para os trabalhadores informais e microempreendedores individuais, afetados pelo distanciamento social, motivado pela pandemia do novo coronavírus (Covid -19).

Inicialmente, eram previstos o apoio de R$ 200 para auxiliar mil famílias, mas a Prefeitura de SGA resolveu ampliar o benefício para duas mil famílias, contemplando maior número de pessoas carentes do município.

O irmão da manicure Alessandra, Marcos, que também atravessa dificuldades juntamente com a esposa e os filhos, aguarda a oportunidade de ser contemplado pelo programa. Ele é pintor industrial autônomo e a esposa é cabeleireira. O pequeno salão improvisado na sala não conta com clientes desde o início da pandemia. “Não temos dinheiro para nada. Aqui as dificuldades têm sido muitas, pois está tudo parado e não temos de onde tirar o sustento para nossos filhos. Essa ajuda chegou em muito boa hora e se Deus quiser e passarmos no cadastro, esse auxílio vai ajudar muito nas despesas aqui em casa” falou.

Os trabalhadores informais e novos beneficiados receberão a quantia de R$ 112,00 mensais, pagos através do Cartão de Proteção Social Mais. O auxílio poderá ser concedido para até duas pessoas da mesma residência. A iniciativa é do Governo Municipal, por meio da Secretaria de Governo e Assessoria Especial de Desenvolvimento do Micro e Pequeno Empreendedorismo e Inovação.

O benefício do Cartão de Proteção Social Mais é, unicamente, para comprar de itens alimentícios e de higiene para subsistência do beneficiário e sua família.

CADASTRAMENTO

O cadastro do Cartão de Proteção Social Mais será feito em pontos estratégicos de São Gonçalo do Amarante, Sede, Taíba, Croatá, Pecém, Siupé e Serrote, e começa nesta sexta-feira, 3 de abril de 2020.

Podem participar do programa, os trabalhadores autônomos que não possuem outra fonte de renda e que residam no município, exercendo atividades informais como feirantes; ambulantes; catadores de materiais recicláveis; permissionários de espaços públicos, tais como, mercado, quiosques e similares; agricultores familiares; taxista; mototaxista; pedreiros; serventes e outros.

Para realizar o cadastro, devem apresentar os seguintes documentos originais: RG, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, Nº do NIS e comprovante de endereço.

O Programa dá continuidade ao programa já desenvolvido pela Gestão Municipal, criado em 2015, através do Fundo de Combate à Pobreza e que já beneficia outras duas mil famílias com os cartões Vale Gás e Proteção Social.

É importante ressaltar que o cadastramento para aquisição do benefício seguirá as normas de orientação da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), evitando aglomerações nos locais de cadastramento, com apoio da Guarda Municipal, que dará apoio na organização das filas, com distanciamento de pelo menos um metro para cada de distância entre as pessoas.

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor