2

São Gonçalo do Amarante - CE - Terça-feira 22 de setembro de 2020 - Ano: XII - Edição: 4.357

Doria o mais novo 'minion' arrependido: “não imaginava que seria tão irresponsável”


Doria começa a se descolar de Bolsonaro
(Foto: Gov. SP | Reuters)

O governador de São Paulo, João Doria, diz que Bolsonaro se alinha ao lado de ditadores e foi contido pela ação dos governadores

22 de abril de 2020

O governador de São Paulo, João Doria, do PSDB, fez uma autocrítica por ter votado em João Doria, no segundo turno das eleições presidenciais de 2018. "Não tinha a perspectiva de ter um presidente que pudesse vir a ter comportamentos tão irresponsáveis, tão distantes da verdade, tão condenáveis sobretudo numa situação de pandemia como essa", disse ele, em entrevista a Sérgio Dávila, na Folha de S. Paulo. Ele disse ainda que Bolsonaro "felizmente não conseguiu implementar a sua irresponsabilidade, pois os 27 governadores dos estados tiveram uma posição oposta e defenderam a vida".

Ele disse ainda que é falso o dilema entre economia e saúde. "Não há economia que possa sobreviver a um saldo de mortes, em que pessoas padecem, sofrem, perdem vidas, amigos que se vão, familiares que são sepultados, a um cenário macabro. Preciso primeiro salvar vidas. Salvando vidas, salvaremos também a proteção social, aqueles que precisam de ajuda nesse momento para sobreviver. Na sequência vem a recuperação econômica, lembrando que o isolamento em São Paulo foi o mais leve de todos os implementados pelos estados", afirmou. As medidas de saída do isolamento devem ser anunciadas no dia 8 de maio.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor