2

São Gonçalo do Amarante - CE - Domingo 27 de setembro de 2020 - Ano: XII - Edição: 4.361

Enquanto o povo passa fome, Bolsonaro acha que vai curar o coronavírus com jejum coletivo


Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Alvo de panelaços diários, Jair Bolsonaro convoca jejum ao lado de pastores evangélicos que querem reabrir seus templos para voltar a arrecadar seus dízimos

3 de abril de 2020

O ponto mais grotesco da entrevista concedida por Jair Bolsonaro à rádio Joven Pan foi a proposta de jejum religioso para que o país “fique livre desse mal”, em referência à pandemia do novo coronavírus.

“A gente vai junto com pastores e religiosos anunciar para pedir um dia de jejum ao povo brasileiro em nome de que o Brasil fique livre desse mal o mais rápido possível”, disse ele na noite desta quinta-feira (2) em entrevista à rádio Jovem Pan.

O Brasil já registra ao menos 299 mortes pelo novo coronavírus, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados nesta quinta-feira (2), mas muitos pastores querem reabrir seus templos para voltar a arrecadar seus dízimos. 

Bolsonaro também tem feito campanha contra a quarentena, assim como tem sido alvo de panelaços quase diários.



0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor