2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quinta-feira 1º de outubro de 2020 - Ano: XII - Edição: 4.365

Após deixar governo miliciano, golpista Sérgio Moro diz ter medo de sofrer atentado


Sérgio Moro
(Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)

O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, afirmou que sente medo de sofrer um atentado após sua saída do governo Bolsonaro. O ex-juiz ainda se queixou que estão produzindo e divulgando dossiês contra sua esposa com informações falsas

1º de maio de 2020

O ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro confessou ter medo de sofrer um atentado. Ele disse: “certamente [tenho medo]. Sigo tendo a proteção da Polícia Federal (PF). Não gosto de falar muito nesse assunto. Isso é algo que assusta pessoas próximas a mim.” 

O ex-juiz ainda declarou: “atacaram minha esposa e estão confeccionando e divulgando dossiês contra ela com informações absolutamente falsas. Ela nunca fez nada de errado. Nem eu nem ela fizemos nada de errado. Esses mesmos métodos de intimidação foram usados lá trás, durante a Lava-Jato, quando o investigado e processado era o ex-presidente Lula.”

O ex-ministro também acrescentou: “a opinião pública compreendeu o que eu disse e os motivos da minha fala. É importante deixar muito claro: nunca foi minha intenção ser algoz do presidente ou prejudicar o governo. Na verdade, lamentei extremamente o fato de ter de adotar essa posição. O que eu fiz e entendi que era minha obrigação foi sair do governo e explicar por que estava saindo. Essa é a verdade”


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor