2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 25 de novembro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.420

Mais de 4 mil pessoas são abordadas durante barreiras sanitárias em São Gonçalo do Amarante



14 Maio de 2020 

Todo cuidado é pouco quando se trata da vida humana. Essa tem sido uma das principais preocupações da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante desde o início da crise de saúde pública causada pelo coronavírus. Diariamente e simultaneamente, diversas ações visam a garantia da saúde coletiva. Uma delas é a instalação de barreiras sanitárias em pontos estratégicos do município.

Coordenadas pelo ComVida - comitê de combate ao coronavírus em SGA, as barreiras sanitárias têm como objetivo controlar o fluxo de pessoas, restringindo o acesso de veículos vindos de outras cidades. As barreiras são distribuídas em diversos pontos do município desde a região do sertão, até a sede e a praia.

As barreiras sanitárias iniciaram no mês de abril. De lá para cá, mais de 4 mil pessoas já foram abordadas.

Durante a operação, as equipes da Secretaria Municipal de Saúde, do Departamento Municipal de Transito (Demutran) e da Guarda Municipal, orientam os cidadãos quanto aos cuidados para prevenção do coronavírus; alertam sobre a importância do isolamento social, bem como do uso da máscara de proteção, e averiguam a documentação dos motoristas e passageiros quanto à residência fixa em São Gonçalo do Amarante, ou objetivo/razão do deslocamento à cidade.

Atualmente, o município conta com nove barreiras sanitárias que fiscalizam a entrada e saída de veículos, permitindo apenas a permanência de moradores e/ou funcionários que trabalham na região.

As barreiras sanitárias seguem a recomendação da organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde, da Secretaria Estadual da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde, e visam diminuir o risco de transmissão do novo vírus com a redução do fluxo de pessoas entre as cidades.

A principal recomendação nas barreiras sanitárias é que se mantenha o isolamento social através da permanência em casa. Nos casos em que se há necessidade de deslocamento, o uso de máscara de proteção é obrigatório.

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante disponibiliza um canal de comunicação para ajudar no combate a proliferação da doença: o 153, que aciona a Guarda Municipal em casos de descumprimento ao Decreto Estadual e Municipal.

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor