Personalidades lamentam a morte de Evaldo Gouveia


Lindomar Rodrigues: Prefeito Ednaldo Lavor lamenta morte do cantor ...

30 de Maio de 2020

O governador Camilo Santana, o músico Marcos Lessa e a Secult homenagearam o artista cearense

Evaldo Gouveia morreu nesta sexta-feira (30)

Personalidades cearenses e a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) se pronunciaram a respeito da morte do músico compositor, cantor e violonista Evaldo Gouveia, aos 91 anos, ocorrida na noite desta sexta-feira (29), em Fortaleza, causada por Covid-19.

O governador Camilo Santana homenageou o artista e relembrou alguns de seus clássicos. “O Brasil perdeu hoje um de seus grandes artistas: o cantor e compositor cearense Evaldo Gouveia. Autor de clássicos como “Sentimental Demais”, “Brigas”, “O Trovador” e tantos outros, nosso conterrâneo encantou o país com todo o seu talento. Meus sentimentos aos familiares, amigos e fãs”, escreveu em um post.

O prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio, apontou a relevância de toda a obra do compositor para a música brasileira. "Evaldo Gouveia era um verdadeiro 'trovador, dos velhos tempos que não voltam mais'. Sua obra e sua importância na cena musical e cultural do nosso País expressam a riqueza brasileira construída pela arte dos que compõem páginas imorredouras naquilo que melhor expressa a alma humana".


Através das redes sociais, o cantor cearense Marcos Lessa escreveu uma homenagem a Evaldo, a quem ele chama de mestre e que considera como o maior compositor do Brasil.

“Não sei nem o que dizer. Estava sofrendo. Mas agora está bem e em paz e deixou essa história linda pra a gente conhecer. E muitas muitas canções que marcaram a vida de todo um país. Te amo meu amigo, vou continuar aqui enchendo o peito pra cantar tuas músicas que tantas vezes cantei pra ti! Enquanto voz tiver, Evaldo sempre estará vivo: APLAUDAM QUEM SORRIR TRAZENDO LÁGRIMAS NO OLHAR, MERECE UMA HOMENAGEM QUEM TEM FORÇAS PRA CANTAR...”, escreveu em um trecho da publicação.

Em setembro de 2018, Marcos preparou um show dedicado à interpretação do cancioneiro de Evaldo Gouveia. Na ocasião, o repertório trouxe a interpretação de canções como "O Conde", "Bloco da Solidão", "Alguém me disse" e "O Trovador", além de quatro canções inéditas do homenageado.

A atriz Patrícia Pillar declarou em seu perfil no Twitter: "Grande Evaldo Gouveia!!! Eu era fã..."

O compositor Michal Sullivan também registrou palavras em homenagem a Evaldo Gouveia. "Sentimental demais serei nesse silêncio que fica na memória, que poderia ter o meu violão, com a sua partida mestre amigo. Meus sentimentos a todos os familiares"

A trajetória de Evaldo também foi relembrada pela Secult, que na homenagem citou o show de comemoração de 80 anos do cancioneiro cearense, realizado em 2011, no Theatro José de Alencar, equipamento do órgão.

“Evaldo deixará saudades por toda sua obra e por se destacar como um verdadeiro apaixonado por seu ofício, sendo um exemplo de artista comprometido com seu público. O trovador cearense passou por diversos palcos do Estado, emocionando muita gente, e comemorando, inclusive, num show histórico no Theatro José de Alencar, seus 80 anos de vida, em 2011.  Deixamos aqui nosso muito obrigado a Evaldo Gouveia por toda sua contribuição para a cultura e a arte cearense. Neste momento, a Secult se solidariza com familiares, amigos, pessoas próximas e admiradores de sua grande obra musical".

Diário do Nordeste

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor