2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 25 de novembro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.420

Prefeitura de São Gonçalo do Amarante oferece atendimento de urgência psicológica durante pandemia do coronavírus


16/05/2020

Ansiedade, pânico e alteração de comportamento. Essas emoções estão diretamente ligadas a transtornos decorrentes da atual pandemia da Covid-19. O novo coronavírus coloca em risco a saúde das pessoas e vem mudando a rotina, impondo mudanças bruscas de hábitos. Além da pressão psicológica causada pela baixa na economia e pelo isolamento social.

Para auxiliar as famílias gonçalenses a lidar com esses transtornos emocionais neste tempo de crise, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da equipe do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Residentes de Psicologia ESP/SGA e Núcleo Ampliado em Saúde da Família (Nasf), criou o Plantão de Urgência Psicológica. Um S.O.S. emocional em tempos de pandemia.

Desde que foi implantado, em março deste ano, o serviço já realizou cerca de 145 atendimentos de pacientes com algum transtorno psicológico. O serviço conta com oito psicólogos à disposição da comunidade e tem como finalidade acolher, atender, por meio de escuta qualificada, intervir e acompanhar casos emergenciais de alteração de comportamento, tristeza e ansiedade.

As equipes estão distribuídas nas Unidades Básica de Saúde de São Gonçalo do Amarante, tendo como referência três equipes de psiquiatras para interconsulta. O coordenador do Caps Municipal, Dr. Eça Canto, explica que pessoas com sofrimento psicológico advindo do isolamento social, ansiedade, medos e alterações comportamentais devem procurar atendimento nos postos de saúde. “Todos que necessitam de acompanhamento psicológico devem buscar junto ao seu agente de saúde, enfermeira ou médico do posto de saúde, o encaminhamento para atendimento psicológico”, explicou Eça.

Para ser atendido no Plantão de Urgência Psicológica, o principal canal de acesso se dá pelo Agente Comunitário de Saúde (ACS), enfermeiro e médico do posto de saúde para realizar o agendamento prévio para o atendimento ao paciente.

Os horários de atendimentos são agendados no posto de saúde e o paciente recebe acompanhamento presencial e domiciliar (critério avaliado pela equipe) quando não pode ir até a unidade de saúde. Em muitos casos, o atendimento pode ser feito via home office, de forma virtual, para pacientes que já estão em tratamento.

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor