Gilmar Mendes defende que MP investigue Bolsonaro: ‘invadir hospitais é crime’


Gilmar Mendes / Jair Bolsonaro
(Foto: Divulgação)

“É vergonhoso - para não dizer ridículo - que agentes públicos se prestem a alimentar teorias da conspiração, colocando em risco a saúde pública”, escreveu fazendo alusão ao pedido de Bolsonaro para que apoiadores invadam e filmem hospitais de campanha

14 de junho de 2020

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes criticou Jair Bolsonaro em publicação no Twitter, neste domingo (14). “É vergonhoso - para não dizer ridículo - que agentes públicos se prestem a alimentar teorias da conspiração, colocando em risco a saúde pública”, escreveu.

“Invadir hospitais é crime - estimular também. O Ministério Público (a PGR e os MPs Estaduais) devem atuar imediatamente”, reforçou o juiz que fez alusão ao pedido de Bolsonaro para que apoiadores invadam e filmem hospitais de campanha no intuito de ver se não estão sendo usados para fins políticos.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor