2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quinta-feira 24 de setembro de 2020 - Ano: XII - Edição: 4.358

Jornal britânico The Guardian: bolsonarista profana memorial de 40 mil vítimas de coronavírus no Brasil



11 de junho de 2020

O jornal britânico The Guardian, estupefato, registra que um apoiador do presidente Jair Bolsonaro profanou memorial para 40 mil vítimas do coronavírus no Brasil.

“Apoiador de Bolsonaro profana memorial de praia no Brasil por 40.000 vítimas de coronavírus”, registrou nesta quinta-feira (11) a publicação.

Hoje, no Rio, ativistas montaram um cemitério simbólico com 100 covas na praia de Copacabana para representar as vidas brasileiras perdidas durante a pandemia de Covid-19. 

“Um homem vandalizou um cemitério falso de cem túmulos e cruzes representando pessoas que morreram de Covid-19”, anotou o The Guardian, algo impossível de acontecer no Reino Unido ou na Europa.

As bizarrices de “torcedores” e do próprio presidente Bolsonaro vêm chamando a atenção do mundo inteiro acerca do coronavírus. O mandatário brasileiro alterna ora o negacionismo absoluto da doença, classificando-a como “gripezinha”, ora usando o vírus para interromper a escolha democrático dos reitores das universidades federais do País.

“Eles sentem tanta raiva – e acho que estão reproduzindo o comportamento da pessoa que ocupa a posição mais alta do país”, declarou após o incidente Antônio Carlos Costa, fundador da ONG Rio de Paz. 

Nesta quinta, feriado religioso de “Corpus Christis” no Brasil, estima-se 41 mil mortes e 800 mil casos confirmado de coronavírus.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor