2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sexta-feira 04 Dezembro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.429

Jornal Nacional desenterra Tacla Duran e advogado relata propina paga à Lava Jato


Jornal Nacional e Tacla Duran
(Foto: Reprodução)

O ex-advogado da Odebrecht, Rodrigo Tacla Duran, ressurgiu a admitiu que, de fato, fez pagamentos ao advogado Marlus Arns, ex-sócio de Rosângela Moro e Carlos Zucolotto, para não ser preso na Lava Jato de Curitiba

3 de junho de 2020

Tacla Duran voltou ao noticiário depois de ser desprezado pelos grandes jornais brasileiros. Duran sempre afirmou ter sido coagido a pagar para não ser preso na Lava Jato. Desta vez, o Jornal Nacional, da Rede Globo, destacou as denúncias do advogado

A reportagem do jornal GGN destaca que “Duran admitiu, às autoridades da Suíça, que fez pagamento ao advogado Marlus Arns, que já foi “sócio” de Rosângela Moro e Carlos Zucolotto (padrinho de casamento de Sergio Moro), para “não ser preso” na Lava Jato de Curitiba.”

A matéria ainda sublinha que “Tacla Duran afirma que fez primeiro pagamento da extorsão feita por Zucolotto para o advogado Marlus Arns. Ele também afirmo que recebeu oferta de dinheiro da Odebrecht para ser delator, e que colaborou nos EUA em processo envolvendo a Lava Jato.”

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor