2

São Gonçalo do Amarante - CE - Domingo 20 de setembro de 2020 - Ano: XII - Edição: 4.355

O advogado Frederick Wassef tenta enganar o País e diz que Jair e Flávio Bolsonaro não sabiam onde estava Queiroz, escondido em sua própria casa


Frederick Wassef, Jair Bolsonaro e Flávio Bolsonaro
(Foto: Reprodução | Valter Campanato/Agência Brasil)

"O senador Flávio Bolsonaro não sabia disso. O presidente da República não sabia disso. Eles jamais tiveram ciência desde o que aconteceu agora. Jamais o Flávio ou o próprio presidente tiveram qualquer contato com o Fabrício Queiroz desde dezembro de 2018 até a presente data, e tudo isso são especulações", afirmou o advogado

21 de junho de 2020

Sputnik – O advogado Frederick Wassef disse neste sábado (20) para Globo News que o presidente Jair Bolsonaro e seu filho, Flávio Bolsonaro, não conheciam a localização do ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz.

Na manhã desta quinta-feira (18), o policial militar aposentado Fabrício Queiroz foi detido na cidade do interior paulista de Atibaia, em uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público de SP, em um imóvel que pertence a Wassef.

"O senador Flávio Bolsonaro não sabia disso. O presidente da República não sabia disso. Eles jamais tiveram ciência desde o que aconteceu agora. Jamais o Flávio ou o próprio presidente tiveram qualquer contato com o Fabrício Queiroz desde dezembro de 2018 até a presente data, e tudo isso são especulações", afirmou o advogado à GloboNews.

Segundo Wassef, Fabrício Queiroz não morava na casa de Atibaia.

"O Queiroz não mora lá. O Queiroz estava no Rio de Janeiro. As pessoas que estavam lá dizem que ele chegou há menos de 4 dias", disse Wassef.

"Jamais escondi Queiroz. Queiroz não estava escondido", acrescentou.

O advogado da família Bolsonaro destacou que revelará ainda esta semana as razões para Fabrício Queiroz estar em sua propriedade.

As afirmações do jurista contradizem as declarações à Polícia Civil de um dos caseiros, que estava na residência, de Queiroz morava no local há cerca de um ano.

"Eu não falei com o Queiroz, não tenho telefone do Queiroz, eu nunca troquei mensagem com o Queiroz. O que eu vou dizer é o seguinte: sobre a pauta Queiroz, eu só vou poder falar até o ponto que eu posso falar por uma questão de sigilo". Ainda neste sábado (20), o defensor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso das "rachadinhas" negou em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que tenha abrigado Queiroz e que manteve contatos com a família do ex-assessor.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor