2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quinta-feira 22 de outubro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.387

Charlatanismo de Bolsonaro é contagioso, até o chefe do Exército embarcou na propaganda criminosa, diz colunista de O Globo


 (Foto: Reprodução | Marcos Corrêa/PR)

Colunista afirma que até o chefe do Exército, Edson Pujol, embarcou na propaganda criminosa de Jair Bolsonaro

24 de julho de 2020

O jornalista Bernardo Mello Franco, colunista do Globo, definiu Jair Bolsonaro como um charlatão e disse que seu charlatanismo é contagioso, em coluna publicada no Globo. "O Capitão Corona transformou a cloroquina numa espécie de Santo Graal para seus seguidores fanáticos. No último domingo, ele caminhou até a portaria do Alvorada e ergueu uma caixa do remédio como se fosse um troféu. O gesto provocou palpitações na pequena plateia, que se aglomerava à espera de um perdigoto do grande líder", afirmou.

"No ar seco de Brasília, o charlatanismo se tornou contagioso. Em vídeo divulgado na quarta-feira, o comandante do Exército, Edson Pujol, exaltou a produção da substância em laboratórios militares. 'Com orgulho, informo que essa pronta resposta já recuperou milhares de integrantes da nossa família verde-oliva', discursou. E o general já foi visto como uma reserva de racionalidade nos quartéis", concluiu.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor