O desastre do populismo farmacêutico, cloroquina doada por Trump vira problema




POR FERNANDO BRITO · 21/07/2020

No Estadão, hoje, estampa-se a vergonha da “Operação Desova Cloriquina” com que está às voltas o Governo Federal, com uma imensa quantidade da substância, seja a “doada” por Donald Trump – que assim deu destino à imensa quantidade que acumulou por lá, seja a que Jair Bolsonaro mandou, sem qualquer base científica, o Laboratório do Exército produzir.

Como o “presente” de Trump veio “no atacado”, mesmo para a prática da charlatanice com a Covid-19, será necessária uma grande despesa com o fracionamento das doses e o Ministério da Saúde quer que os Estados assumam o custo disso. O que eles, claro, não querem.

É a dupla irresponsabilidade: com a vida humana e com o dinheiro público.

Bolsonaro e Trump acabaram por criar uma nova categoria em ciência política: o populismo farmacêutico.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor