PSOL entra com queixa crime contra Bolsonaro por colocar em risco vida da população


(Foto: REUTERS/Adriano Machado)

A minimização da Covid-19 e o desrespeito de Bolsonaro às regras de contenção da doença colocaram em risco a vida da população e motivam uma queixa crime, segundo dirigentes do PSOL

13 de julho de 2020

O PSOL apresentou notícia crime contra Jair Bolsonaro na última sexta (10), argumentando que ele infringiu medida sanitária preventiva.
A denúncia foi feita ao STF (Supremo Tribunal Federal) e é assinada por Ivan Valente (SP), Luíza Erundina (SP) e por Guilherme Boulos, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

Bolsonaro minimizou a Covid-19 e desrespeitou as regras de contenção da doença, como o isolamento social e o uso de máscara, colocando em risco a vida da população.

O documento lista as declarações de Bolsonaro subestimando os riscos da pandemia, apesar do aumento do número de vítimas.

Na queixa crime, os líderes do PSOL argumentam que as declarações de Bolsonaro incitam campanhas e manifestações contra as orientações de saúde pública.

Na notícia crime, o partido afirma que Bolsonaro pode ter exposto centenas de pessoas ao vírus, uma vez que viajou, abraçou, apertou mãos e não usou máscara nos dias que antecederam seu diagnóstico.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor