2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 19 de outubro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.384

Véio da Havan que se diz contra a interferência do Estado na economia, obteve 55 empréstimos do BNDES


Luciano Hang
(Foto: Reprodução)

Entre 1993 e 2014, o “Véio da Havan”, como é conhecido, conseguiu 55 empréstimos no banco

25 de julho de 2020

Empresário bolsonarista que se diz contra a interferência do Estado na economia, Luciano Hang, dono da Havan, se beneficiou do BNDES, uma ferramenta estatal de financiamento econômico, para fazer crescer sua empresa. Hang tem 147 lojas em 18 estados do País. 

Entre 1993 e 2014, o “Véio da Havan”, como é conhecido, conseguiu 55 empréstimos no banco, totalizando valores atualizados pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mais de R$ 72 milhões, segundo reportagem do Metrópoles.

O jornal conseguiu as informações, qualificadas com o ”fake news” pelo empresário, pela Lei de Acesso à Informação (LAI). 

Nesta sexta-feira, 24, o empresário foi alvo de operação liderado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito das fake news, que determinou que o Twitter derrube as contas de diversos bolsonaristas e ativistas de extrema direita na rede social.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor