2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 23 de setembro de 2020 - Ano: XII - Edição: 4.357

Coaf mostra movimentação suspeita na conta da ex-mulher de Wassef e advogado do clã Bolsonaro

Wassef e Maria Cristina Boner

(Foto: Reprodução)

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou uma movimentação na conta de Maria Cristina Boner Leo “incompatível” com a renda mensal. Ela é ex-mulher de Frederick Wassef, advogado do clã Bolsonaro que escondeu durante meses Fabrício Queiroz, operador do esquema das rachadinhas do senador Flávio Bolsonaro

31 de agosto de 2020

Com ganho mensal de R$ 75 mil, a ex-mulher de Frederick Wassef, advogado do clã Bolsonaro, movimentou R$ 33,9 milhões em apenas seis meses.

Maria Cristina foi alvo de três comunicações feitas pelo Coaf a órgãos de investigação. A última delas reportou uma “movimentação suspeita de R$ 33.900.260,00” em uma de suas contas, realizada entre agosto de 2017 e janeiro de 2018. Desse valor, R$ 16.636.008,00 foram referentes à operação de crédito efetuada em sua conta. Outros R$ 17.264.252,00 foram registrados como débito, ou seja, montante que saiu da mesma conta.

“A movimentação foi considerada incompatível com a renda mensal de R$ 75 mil cadastrada à época”, afirma o relatório, segundo a coluna de Bela Megale no Globo.

O  Coaf já do conhecimento do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro e do Distrito Federal e a Polícia Federal.

Na semana passada, veio à tona a informação de que Wassef recebeu repasses milionários da filha de sua ex-mulher Maria Cristina, Bruna Boner Leo. As contas de seu escritório de advocacia também foram abastecidas com cifra milionária da empresa Globalweb, que tem Bruna como sócia e Maria Cristina como fundadora e presidente de seu conselho de administração. A empresa tem contratos com o governo federal. A Globalweb informou que Wassef trabalhou para a companhia há cinco. Sobre os repasses de Bruna, o advogado diz que se refere ao pagamento de um empréstimo.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor