2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 21 de outubro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.386

Ministério Público denuncia Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz por rachadinha na Alerj

O senador Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz foram denunciados por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Flávio é apontado como líder de organização criminosa

28 de setembro de 2020

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou, segundo O Globo, nesta segunda-feira (28) ao Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) o senador Flávio Bolsonaro e seu ex-assessor Fabrício Queiroz.

Flávio é apontado como líder de organização criminosa que praticava rachadinha na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). Por sua vez, Queiroz é indicado como operador do esquema. Vale ressaltar que Flávio Bolsonaro já ocupou o cargo de deputado estadual no Rio. Os crimes teriam ocorrido nesse período.

Flávio e Queiroz são denunciados por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Promotores afirmam, com base nos dados das quebras de sigilo bancário e fiscal, que o senador utilizou ao menos R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo do esquema das rachadinhas. O senador teria usado ainda três métodos para lavar o dinheiro.

O esquema de rachadinha na Alerj já era investigado há mais de dois anos.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor