2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 21 de outubro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.386

Programa liderado por Michelle Bolsonaro financia com dinheiro público ONGs aliadas de Damares

(Foto: Carolina Antunes/PR)

O chamado programa Pátria Voluntária, que supostamente estimularia o terceiro setor, irrigou com dinheiro público instituições ligadas à ministra Damares Alves

30 de setembro de 2020

Dinheiro público administrado por um programa dirigido por Michelle Bolsonaro, esposa do presidente da República, com finalidades supostamente beneficentes, financiou, sem edital de concorrência, instituições evangélicas ligadas à ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Uma dessas entidades foi a Associação de Missões Transculturais Brasileiras (AMTB) beneficiada com R$ 240 mil pelo programa tocado por Michelle Bolsonaro,  por indicação da ministra Damares.

A AMTB consta do site da Receita Federal e em sua própria página na internet com o mesmo endereço de registro da ONG Atini, fundada por Damares em 2006 e onde a ministra atuou até 2015, informa reportagem da jornalista Constança Rezende na Folha de S.Paulo.

O programa Pátria Voluntária foi criado por decreto de Jair Bolsonaro em julho do ano passado. Sua finalidade é "fomentar a prática do voluntariado e estimular o crescimento do terceiro setor", arrecadando dinheiro de instituições privadas e repassando para organizações sociais.

O programa já consumiu cerca de R$ 9 milhões dos cofres públicos em publicidade pagos pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

 

Duas outras organizações filiadas à AMTB também receberam dinheiro público sem edital de concorrência - o Instituto Missional, com R$ 391 mil, e o SIM (Serviço Integrado de Missões), com R$ 10 mil.

Sediado em Maringá (PR), o ​Instituto Missional é dirigido por Weslley Kendrick Silva, um empresário que tem fotos em seu perfil no Facebook em confraternização com Damares e o secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente de Damares, Maurício Cunha, que por sua vez dirige a ONG CADI (Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral), filiada à AMTB.

O programa Pátria Voluntária tocado por Michelle Bolsonaro soma R$ 10,9 milhões em arrecadação de doações e já fez repasses a instituições privadas no valor de R$ 4,3 milhões.

Somente com publicidade o programa já gastou R$ 9 milhões de dinheiro público.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor