2

São Gonçalo do Amarante - CE - Domingo 29 de novembro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.424

Polícia Federal investiga movimentações financeiras de Wassef, ex-advogado de Jair Bolsonaro e seu filho Flávio Rachadinha

(Foto: Reprodução | Valter Campanato/Agência Brasil)

A Polícia Federal vai apurar movimentações financeiras de Frederick Wassef, ex-advogado do clã Bolsonaro. Investigação tem como base documento de inteligência do Coaf produzido em julho deste ano

26 de outubro de 2020

A Polícia Federal abriu inquérito para apurar movimentações financeiras de Frederick Wassef, ex-advogado de Jair Bolsonaro e seu filho Flávio.

A investigação se baseia em documento de inteligência do Coaf produzido em julho deste ano.

O Coaf constatou que foram feitos pagamentos de R$ 9 milhões da JBS para Wassef. Operações financeiras de Wassef, seu escritório e uma empresa à qual é vinculado foram consideradas suspeitas pelo Coaf.

O relatório foi produzido um mês depois de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio, ser preso em um imóvel de Wassef, em Atibaia (SP).

O inquérito foi aberto após o Ministério Público enviar à Polícia Federal a documentação do Coaf, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

No mês passado, Wassef virou réu sob acusação de peculato e lavagem de dinheiro, suspeito de participar de um esquema que teria desviado R$ 4,6 milhões das seções fluminenses do Sesc (Serviço Social do Comércio), do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e da Fecomércio (Federação do Comércio).

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor