2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 12 de Abril de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.558

OAB vai pedir esclarecimentos a Sérgio Moro por trabalho em empresa que administra quebra da Odebrecht e da OAS

(Foto: Marcelo Camargo - Agência Brasil)

A consultoria Alvarez & Marsal (A&M), com sede nos Estados Unidos, administra a recuperação judicial da Odebrecht e OAS, empresas quebradas pela Lava Jato, comandada pelo então juiz Moro, que será sócio-diretor da A&M em São Paulo

30 de novembro de 2020

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai pedir esclarecimentos a Sergio Moro sobre seu novo trabalho na consultoria internacional Alvarez & Marsal. O órgão quer saber saber se sua função terá alguma relação com a advocacia e onde se dará a prestação do serviço.

A consultoria Alvarez & Marsal (A&M), com sede nos Estados Unidos, administra a recuperação judicial da Odebrecht e OAS, empresas quebradas pela Lava Jato, comandada pelo então juiz Moro, que será sócio-diretor da A&M em São Paulo.

O jornalista Paulo Moreira Leite, colunista do Brasil 247 e da TV 247, criticou, no programa Bom Dia 247, a decisão do ex-juiz Sergio Moro de se tornar sócio da consultoria estadunidense. “Isso revela a promiscuidade sem limites da Lava Jato”, diz PML, que escreveu o livro “A outra história da Lava Jato”.

Moro respondeu a críticas de internautas e afirmou que não atuará em "casos de potencial conflito de interesses". "Ingresso nos quadros da renomada empresa de consultoria internacional Alvarez&Marsal para ajudar as empresas a fazer coisa certa, com políticas de integridade e anticorrupção. Não é advocacia, nem atuarei em casos de potencial conflito de interesses", disse ele no Instagram.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor