2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 12 de Abril de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.558

Um dia depois da prisão de Crivella, Edir Macedo perde o controle de sua igreja em Angola

(Foto: Divulgação/Igreja Universal)

Um dia após a prisão de seu sobrinho, o prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (Republicanos), o bispo Edir Macedo sofreu uma nova derrota: O governo de Angola reconheceu dissidentes que lideraram a revolta contra o empresário como os novos representantes da Igreja Universal do Reino de Deus no país

23 de dezembro de 2020

Um dia após a prisão de seu sobrinho, o prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella, o bispo Edir Macedo sofre uma nova derrota e não poderá mais exercer seu comércio evangélico em Angola, após o governo do país reconhecer dissidentes que lideraram a revolta contra o empresário como os novos representantes da Igreja Universal do Reino de Deus.

Reportagem do portal The Intercept Brasil revelou que o governo de Angola tornou público ontem um documento que confirma o bispo angolano Valente Bezerra Luís como o novo representante da Igreja Universal do Reino de Deus no país. Coordenador da chamada Comissão da Reforma, Valente é um dos dissidentes que liderou a revolta dos angolanos contra Edir Macedo e cúpula brasileira da Igreja.

O documento, com data de 17 de dezembro, mostra que o estado angolano reconheceu as decisões de uma assembleia da Universal local realizada no dia 24 de junho. Na ocasião, os religiosos em Angola haviam rompido com o império de Edir Macedo e a cúpula brasileira. No lugar, elegeram o bispo Bezerra, líder da revolta, como representante. A ata da assembleia chegou a ser publicada no diário oficial de Angola em julho, mas o resultado da votação foi contestado pela cúpula da Universal por supostas irregularidades.

A reportagem ainda acrescenta que, agora, em meio a um clima de guerra civil entre os religiosos, Angola impôs uma dura derrota a Edir Macedo. No documento, o Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos do Ministério da Cultura de Angola afirma que a Universal é reconhecida pelo estado angolano e confere poderes a Valente Luís. Com isso, o movimento autointitulado Reforma assumiu, enfim, o controle da igreja no país.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor