2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sexta-feira 23 de Julho de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.659

Bolsonaro ignora há 9 dias oferta de aviões de EUA e ONU para envio de oxigênio a Manaus

(Foto: Reprodução)

Com o sistema de saúde em colapso por conta da pandemia, o Ministério da Saúde e o governo do Amazona receberam ofertas de três aeronaves para transportar o oxigênio até o Amazonas. No entanto, resposta do que deveria ser dada pelo governo federal, segue sem resposta

25 de janeiro de 2021

O sistema de saúde de Manaus está em colapso desde o dia 14 de janeiro, com UTIs superlotadas, falta de vagas em hospitais e falta de oxigênio nas UTIs. Nos dias 16 e 18 de janeiro o Ministério da Saúde e o governo do Amazona receberam ofertas de três aeronaves, sendo duas da ONU (Organização Nações Unidas) e uma do governo dos Estados Unidos (EUA), para transportar de forma mais rápida oxigênio até o Amazonas. No entanto, resposta do que deveria ser dada pelo governo federal, segue sob análise até hoje.

De acordo com reportagem do UOL, que teve acesso a uma troca de emails entre a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas e a representante do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) no Brasil, Florence Bauer., em que os representantes do estado têm a confirmação de apoio logístico para o transporte de oxigênio com a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) por via aérea. Ambos os órgãos são ligados à ONU.

No email do dia 16 de janeiro, Bauer informa que dois cargueiros (Boeing 767 e Boeing 737) foram oferecidos ao Ministério da Saúde. "Espero que possa ser viabilizada rapidamente junto ao ministério", afirma a representante do Unicef na mensagem.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor