2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sexta-feira 23 de Julho de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.659

Ciro Gomes diz que Bolsonaro e Pazuello são genocidas

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Pedetista disse que os dois seguem apostando em remédios ineficazes e são criminosos

15 de janeiro de 2021

"De forma clara: Bolsonaro e Pazuello abandonaram Manaus à própria sorte. Foram muitos os avisos de que a situação na cidade estava fora de controle, mas os dois se recusaram a ajudar, seguem minimizando o problema e insistem em medicamentos ineficazes! Isso é crime! Genocidas!", postou Ciro Gomes, em suas redes sociais. Saiba mais sobre a crise sanitária no Amazonas:

Sputnik – Participando da transmissão ao vivo feita pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais nesta quinta-feira (14), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pôs no clima parte da culpa pelo caos em decorrência da COVID-19 em Manaus.

Segundo Pazuello, três fatores combinados causaram o colapso no sistema hospitalar da capital do Amazonas nesta semana. O primeiro é a falta de tratamento precoce. Sobre este assunto, Bolsonaro afirmou que a administração de medicamentos como a cloroquina e a ivermectina são muito importantes no tratamento da COVID-19. Não há comprovação científica sobre a eficácia destes remédios.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor