2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sexta-feira 5 de Março de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.520

Taíba e Pecém têm movimentação tranquila, mas barracas funcionam após horário permitido no Cumbuco



Fluxo de pessoas nas praias foi baixo. Vias principais e praças estavam vazios. Contudo, no Cumbuco, algumas barracas descumpriram horário de fechamento previsto em Decreto Estadual

(Foto: Thais Mesquita)

As praias do litoral oeste do Ceará registraram movimentação tranquila neste domingo de Carnaval, 14. Na Taíba e no Pecém, praças e avenidas principais estavam vazias. Movimentação no início da tarde foi baixa na maioria dos estabelecimentos. A praia do Cumbuco era a mais movimentada. Diversas barracas continuaram atendimento após as 15 horas, descumprindo Decreto Estadual.

Na Taíba, a praia estava praticamente vazia. Célio da Jangadeiro, dono da barraca Jangadeiro, relatou que o comércio melhorou em dezembro, mas caiu novamente no começo deste ano. Na altura do Pesqueira Bar, região onde há venda de peixes e tem tradicional encontro de foliões e marchinhas de Carnaval, e na barraca Brilho da Lua, a movimentação foi tranquila. Na região conhecida como Taibinha, a movimentação foi maior. O POVO registrou pessoas sem máscara e sem respeitar o distanciamento social. No restaurante Saravah Lu Morena, na Taíba, praticamente todas as mesas ocupadas.

No Pecém, fluxo de clientes foi diferente do tradicional. Domingos Barbosa, dono do trailer de coco Domingo Black, está há 20 anos no mesmo ponto. "Todo Carnaval eu trabalho com cinco ou seis ajudantes, mas este ano tá completamente vazio e tô sozinho. Mas eu acho bom, já que é pro bem da população e pra todo mundo ficar saudável, né?", avalia.

Descumprindo o decreto que determina o funcionamento de barracas de praia só até 15 horas, restaurantes Cabana do Cumbuco, Na Ativa, Eu amo Cumbuco seguiam abertas na praia. Barracas maiores como Chico do Caranguejo, Velas do Cumbuco e Cumbuco Beach estavam fechadas. Às 16h15min deste domingo, o restaurante Bristô da Lady, no Cumbuco, ainda estava funcionando, lotado e com música ao vivo.

"Hoje recebemos cerca de 20% do nosso público comum. Infelizmente, muitos começaram a chegar às 14 horas e o decreto estabelece funcionamento até 15 horas. Chegou uma família e eu tive que pedir que se retirasse. O senhor perguntou se eu tiraria a mãe dele de 80 e poucos anos, a esposa, uma criança... Mas não dá, não dá", lamentou Inácio Ribeiro, gerente da barraca Cumbuco Beach, que finalizou as atividades dentro do horário determinado. A barraca, que tem capacidade para 1.200 pessoas, recebeu cerca de 120 frequentadores neste domingo, de acordo com o gerente.

O Povo


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor