2

São Gonçalo do Amarante - CE - Terça-feira 13 de Abril de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.559

Novo áudio: Deltan Dallagnol orienta retirar das provas diálogo que aniquilaria peça contra Lula

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)

Novo áudio-bomba entregue pela defesa de Lula ao STF mostra o procurador Deltan Dallagnol, da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, orientando a retirada dos autos de uma conversa em a então esposa de Lula, Marisa Letícia, aparecia desistindo da compra do triplex no Guarujá

9 de março de 2021

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um novo áudio-bomba em que o procurador Deltan Dallagnol, da força-tarefa da Lava Jato, orienta colegas a retirar dos autos do processo uma conversa interceptada em que era citada a decisão de Marisa Letícia, esposa de Lula, já falecida, de desistir do triplex no Guarujá. Ou seja, o diálogo desmontaria a peça de acusação contra o ex-presidente.

No diálogo, Dallagnol pediu a um colega, a quem chama de "Julito", pensasse “com boa vontade” e de “coração aberto” ´para agirem desta forma como uma “questão de interesse mesmo” "da Lava Jato.

Para a defesa, o diálogo que cita Marisa Letícia 'aniquila toda a tese da “lava jato” e revela "um plano de ocultar o material da Defesa Técnica do Reclamante".

“Negócio é o seguinte, pressuposto básico do Robinho. Ele não vai fazer nada com o que você não tá confortável. Esse é o pressuposto dele. Agora, é, o que eu quero que você pense com a cabeça aberta é a seguinte coisa: É, eu falei com ele e aos nossos, e aquilo que a gente conversou agora, ele tá na mesma página. Ele tem a mesma, mesma página quanto a avaliação de método e de estratégia”, diz Dallagnol. “Já vou te adiantar, mas queria marcar, se pudesse conversar lá por uma e dez, nós três. Eu vou tá lá na força tarefa, Robinho também, a gente faz um viva-voz com você”, diz Dallagnol no áudio.

“É, qual é essa questão da divergência em concreto: Ele acha que aquilo que veio no depoimento, você pode até eventualmente ver o vídeo aí, mas queria que você olhasse com boa vontade tá, com boa vontade tá, não pra afirmar posição, questão de interesse mesmo, é, ele acha, olhando aquilo e olhando o que você já colocara na peça, que não muda nada de perspectiva, de chances ou de riscos em relação ao que já tá na peça quando fala que ele era conexão entre, entre todos. Então dá uma avaliada com essa perspectiva, dá uma pensada, pensa com a cabeça aberta e mantem o coração aberto pra pensar fora da caixa quando a gente conversar também uma e pouco", completa em seguida o procurador.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor