2

São Gonçalo do Amarante - CE - Terça-feira 22 de Junho de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.629

Jair Bolsonaro volta a ameaçar decreto contra medidas de restrição e diz que nenhum tribunal 'ouse contestar'

(Foto: Divulgação)

Jair Bolsonaro ameaçou nesta quarta-feira (5) editar um decreto contra medidas de restrição e disse que "nenhum tribunal vai contestar". Ele também disse que "não espera baixar o decreto", mas caso tome a decisão "ele será cumprido com todas as forças que todos meus ministros têm"

5 de maio de 2021

Jair Bolsonaro (sem partido) ameaçou nesta quarta-feira (5) editar um decreto contra medidas de restrição contra a Covid-19 que "nenhum tribunal vai contestar". Ele também disse que "não espera baixar o decreto", mas caso tome a decisão "ele será cumprido com todas as forças que todos meus ministros têm". A informação é do portal UOL.

Ao longo do discurso, na abertura da semana das comunicações no Palácio do Planalto, Bolsonaro afirmou que o possível decreto se basearia no incisos do artigo V da Constituição Federal, mas não explicou mais detalhes. Citando as manifestações a seu favor do dia 1º de maio, ele ainda subiu ao tom ao falar de decretos de governadores e prefeitos para o controle da pandemia do novo coronavírus.

"Nas ruas, já se começa a pedir por parte do governo que ele baixe decreto e se eu baixar um decreto ele vai ser cumprido, não vai ser contestado por nenhum tribunal porque ele será cumprido. O que ele constaria no corpo? Constaria os incisos do art. 5", disse.

Bolsonaro ainda disse que o Congresso vai estar do seu lado e questionou: "quem poderá contestar o art. 5 da CF?". Ele ainda fez mais uma ameaça. "E não será contestado, não ouse contestar, quem quer que seja", disse.

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor