2

São Gonçalo do Amarante - CE - Terça-feira 22 de Junho de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.629

"Imparcialidade de O Globo e do Estadão é uma quimera", diz Cristina Serra

(Foto: Agencia Brasil)

Jornalista critica postura dos jornais O Globo e Estado de S. Paulo, que esconderam os protestos contra Bolsonaro

1 de junho de 2021

O vexame da imprensa corporativa neste domingo, um dia depois das gigantescas manifestações de rua contra Jair Bolsonaro, foi registrado pela jornalista Cristina Serra em sua coluna. "As capas dos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo, no último domingo, vão figurar na história da imprensa como exemplos do que não deve ser feito no jornalismo. Milhares de pessoas saíram às ruas, em 200 cidades, em repúdio a Bolsonaro e à sua política de extermínio, que arrastou para o cemitério quase meio milhão de brasileiros", escreveu ela, na Folha de S. Paulo.

"O protesto mereceu três linhas na primeira página de O Globo. No Estadão, cinco linhas. E ambos trouxeram manchetes otimistas sobre a recuperação da economia", lembra ainda Cristina. "A imparcialidade da imprensa é uma quimera. Mas se espera que a mídia seja capaz de refletir múltiplas aspirações da sociedade em que está inserida e que não atue como porta-voz desse ou daquele interesse. Quando se descola da realidade e deixa de publicar o que é notícia (e as manifestações o foram por qualquer critério de análise), a imprensa se afunda na irrelevância."

Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor