2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sexta-feira 23 de Julho de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.659

Equipe da “Capitã Cloroquina” gastou R$ 28 mil dos cofres públicos em viagens à Manaus para difundir cloroquina

(Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

O detalhamento dos gastos de passagens aéreas e diárias da equipe de médicos e servidores foi enviado à CPI da Covid no Senado

17 de julho de 2021

As viagens à Manaus da equipe da secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde Mayra Pinheiro, a "Capitã Cloroquina", custaram R$ 28 mil aos cofres públicos. Na capital manauara, o grupo difundiu o uso da cloroquina contra a Covid-19, remédio que não possui eficácia comprovada cientificamente contra a doença.

O detalhamento dos gastos de passagens aéreas e diárias da equipe de médicos e servidores foi enviado à CPI da Covid no Senado.

A equipe Capitã Cloroquina pressionou a Prefeitura de Manaus a adotar o "tratamento precoce" e distribuir remédios sem eficácia comprovada durante a crise do oxigênio hospitalar. Em seu depoimento à CPI, ela insistiu na defesa da cloroquina.

Com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor