2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 25 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.723

Os acordos secretos do TRF4 com a Lava Jato para condenar Lula sem prova

Em um dos trechos da Vazajato, Deltan menciona que o procurador Januário Paludo foi conversar com desembargadores do TRF. “Na conversa eles manifestaram amplo apoio, inclusive com eventual necessidade da Vara de recursos humanos”

Por Luis Nassif - 05/02/2021

Para a votação da suspeição de Sérgio Moro, nos processos da Lava Jato, um dos pontos centrais será a maneira como a operação se relacionava com os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4a Região – que endossaram todas as sentenças de Moro.

O TRF4 assegurou, em todas as apelações, unanimidade de decisões em favor da Lava Jato. A unanimidade ocorria até na definição das penas impostas – que exigem cálculos complexos.

Em um dos trechos da Vazajato, Deltan menciona que o procurador Januário Paludo foi conversar com desembargadores do TRF. “Na conversa eles manifestaram amplo apoio, inclusive com eventual necessidade da Vara de recursos humanos”. Na conversa, chegam a oferecer a juíza Gabriela Hardt para trabalhar com exclusividade no caso. “Minha conversa foi com o vice-presidente, já que o presidente não estava. Ele externou a posição do trf, de total apoio à LJ, tanto de servidores quanto de juízes”. O vice-presidente era o desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores – autor da frase polêmica de elogio a uma sentença de Sérgio Moro, antes mesmo de conhecê-la.

Conclui Dallagnol: “Eles apenas dependem do que o moro quer”.

Jornal GGN

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor