2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 27 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.725

Fortaleza é selecionada para receber recursos internacionais que vão ser aplicados em plataforma on-line da vacinação

Foto: Rodrigo Carvalho/ Prefeitura de Fortaleza

Segundo Sarto, o aporte financeiro será de cerca de US$ 50 mil, que serão aplicados na plataforma Vacine Já

09/06/2021

Fortaleza está entre as 18 cidades da América Latina, África e Ásia selecionadas para receber recursos internacionais para o fortalecimento da vacinação contra a Covid-19. O aporte financeiro foi captado pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova) e será de cerca de US$ 50 mil, que serão aplicados na plataforma Vacine Já.

A plataforma é usada no planejamento da vacinação em Fortaleza. A ideia, segundo o prefeito José Sarto (PDT), é aperfeiçoar o sistema, incorporando as melhores práticas internacionais. O aporte será acompanhado de assistência técnica de especialistas da saúde.

“Hoje, a gente celebra essa escolha de Fortaleza para receber não só aporte financeiro, mas também capacitação com as melhores inteligências do mundo na área de saúde pública, tecnologia e inovação. Agradeço à Bloomberg e à OMS por esse importante incentivo, que vai contribuir para oferecer uma saúde pública melhor ainda para você, fortalezense”, disse o prefeito.

A iniciativa é fruto da iniciativa Parceria por Cidades Saudáveis da Bloomberg Philanthropies, em colaboração com a Organização Mundial da Saúde e a Vital Strategies.

Segundo Sarto, o aporte financeiro foi captado pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova) e será de cerca de US$ 50 mil, que serão aplicados na plataforma Vacine Já, de planejamento e agendamento da vacinação em Fortaleza. A ideia, segundo o prefeito, é aperfeiçoar o sistema, incorporando as melhores práticas internacionais.

A escolha de Fortaleza levou em consideração os objetivos estratégicos do Vacine Já para garantir a distribuição equitativa da vacina na capital cearense.

Além de Fortaleza, as cidades contempladas foram: Rio de Janeiro; Buenos Aires (Argentina), Lima, (Peru), Medellín (Colômbia), Cali (Colômbia), Cidade do México (México); Guadalajara (México), cidade do Cabo (África do Sul), Abidjan (Costa do Marfim), Accra (Gana), Bengaluru (Índia), Harare (Zimbábue), Kampala (Uganda), Kigali (Ruanda), Ouagadougou (Burkina Fas), Phnom Penh (Camboja) e Quito (Equador).

A Parceria por Cidades Saudáveis (Partnership for Healthy Cities) é uma rede de 70 cidades ao redor do mundo que atua na prevenção de doenças cardíacas, diabetes, doenças pulmonares crônicas, câncer e lesões. Com a pandemia, a Bloomberg Philanthropies expandiu o apoio fornecendo ferramentas e informações para medidas de prevenção e contenção da Covid-19.

A partir dessa parceria, Fortaleza, por meio da Citinova e da Secretaria da Saúde, desenvolveu o projeto Covid Tracker, sistema responsável pelo monitoramento e auxílio a pessoas que testaram positivo e seus contatos, evitando assim a expansão da cadeia de transmissão. A tecnologia, utilizada em vários países, já foi testada e será aplicada na volta às aulas presenciais.

G1|CE

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor