2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 27 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.725

Por que Bolsonaro deixou morrer meio milhão de brasileiros?

Brasil chega aos 500 mil mortos pela Covid-19 com um governo negacionista e vacinação atrasada

O sociólogo Celso Rocha de Barros escreve em sua coluna na Folha de S.Paulo que Bolsonaro deixou morrer meio milhão de pessoas pela sua ideologia, por cálculo eleitoral e porque parte da sociedade permitiu

21 de junho de 2021  

"Como previsto pelos especialistas, chegamos no meio milhão de brasileiros mortos por Covid-19 antes do fim do primeiro semestre. Só agora começamos a calcular quantos, dentre eles, foram mortos diretamente, documentadamente, pelas decisões de Jair Bolsonaro", escreve o sociólogo Celso Rocha de Barros.

"As revelações da CPI sobre os contratos de compra de vacinas, quando inseridas em modelos epidemiológicos construídos com o que já sabemos sobre a relação entre vacinação e mortandade, colocava 90 mil mortes nas costas de Bolsonaro com os números até o final de maio. Isso foi antes de sabermos que ele se recusou a comprar 43 milhões de doses do consórcio Covax Facility. Com as novas informações e os mortos de junho, mal dá para ver a marca de cem mil no retrovisor".

O colunista indaga por que Bolsonaro fez isso? Segundo ele, por três motivos.

"O primeiro foi ideologia: uma desconfiança populista dos especialistas, aversão ao 'globalismo' da Organização Mundial de Saúde, ódio visceral dos chineses, a influência ideológica de Donald Trump e da direita radical americana, a dificuldade de encaixar problemas complexos do mundo real na retórica paranoica do bolsonarismo".

"O segundo motivo foi cálculo eleitoral. Bolsonaro temia que as medidas de contenção da pandemia derrubassem a economia e ameaçassem sua reeleição em 2022".

"Mas o terceiro motivo pelo qual Bolsonaro mandou tantos brasileiros para a morte por asfixia é o que realmente deve nos preocupar como país. Foi porque nós deixamos", conclui.

Folha de S. Paulo

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor