2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 20 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.718

Brasileiro já não come nem arroz e feijão, aumentou no mercado brasileiro a oferta de arroz quebrado e feijão bandinha

(Foto: Reprodução/Rede Amazônica)

Depois da carne, agora até arroz e feijão faltam na mesa das pessoas pobres no Brasil

25 de julho de 2021

Com o agravamento das crises econômica, social e sanitária, o brasileiro já não come nem arroz e feijão.

Reportagem deste domingo (25) na Folha de S.Paulo aponta que a combinação de aceleração de preços e queda da renda mudou o cardápio dos brasileiros mais pobres. Da dispensa e da mesa dos brasileiros mais pobres saíram óleo de soja, feijão e carne. Até mesmo o preparo da alimentação foi afetado. Com o botijão de gás a mais de R$ 100 em algumas cidades, muitas famílias trocaram o fogão por lenha e carvão.

A qualidade dos produtos básicos de alimentação se deteriorou. Aumentou no mercado brasileiro a oferta de arroz quebrado e bandinha (o meio feijão).

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor