2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 27 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.725

O grupo direitista apelidado de Centrão já admite derrota de Bolsonaro em 2022

(Foto: ABr)

O grupo direitista apelidado de centrão se divide na avaliação das chances de Jair Bolsonaro em 2022 e setores de peso já admitem que ele não será reeleito

27 de agosto de 2021

O centrão está dividido sobre a disputa eleitoral de 2022. Uma importante ala do bloco avalia que a chance de o presidente conquistar o segundo mandato está cada vez mais distante.

Em conversas reservadas, o núcleo do Progressistas, partido do presidente da Câmara, Arthur Lira (AL), e do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, tem traçado o cenário de derrota de Bolsonaro e aposta que a eleição para o Palácio do Planalto pode até mesmo ser decidida no primeiro turno, informa O Estado de S.Paulo.

Com inflação, juros e desemprego em alta, a população sente os efeitos da deterioração econômica e do aumento do preço dos alimentos, do gás de cozinha, da conta de luz e da gasolina. A insatisfação popular se alastra e isto não é uma situação passageira.

Esse cenário é agravado por uma nova onda da pandemia, crise hídrica e ameaças antidemocráticas e golpistas de Bolsonaro.

Tudo isso leva pessimismo às fileiras dos partidos do centrão e à avaliação de que Bolsonaro será derrotado em 2022.

O Estado de S. Paulo

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor