2

São Gonçalo do Amarante - CE - Domingo 26 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.724

‘Bolsolóides’ usam robôs para impulsionar 7 de setembro nas redes sociais

Bolsonaro – Foto: Reprodução

Por Débora Ely e João Barbosa | 5 de Setembro de 2021

Um único usuário de Twitter, sem imagem de perfil e com o slogan “200% Bolsonaro” no nome, publicou 1.164 mensagens com a hashtag #Dia07VaiSerGigante em apenas uma semana, média de uma mensagem a cada oito minutos, sem tempo para dormir. Outro perfil, que se intitula como robô patriota, compartilhou uma postagem usando uma hashtag idêntica de 14 em 14 minutos no mesmo período.

Comportamentos assim indicam que a convocação para as manifestações pró-Bolsonaro de terça-feira (7) tem sido artificialmente inflada na rede social, concluiu o Radar Aos Fatos em análise feita a partir de 332.927 tweets e retweets com hashtags dos atos. O material coletado foi classificado segundo metodologia do DFRLab (Digital Forensic Research Lab) que identifica quando um pequeno grupo de usuários tem peso desproporcionalmente grande no debate online, o que indicaria ação coordenada para gerar interações artificiais.

Com base em métricas públicas dos tweets; é calculado o chamado CMT (Coeficiente de Manipulação de Tráfego) de determinada hashtag ou termo. Quanto maior o seu número, maior a suspeita de comportamento artificial. Em seguida, é possível comparar o índice da hashtag em estudo com o de outras com baixa probabilidade de serem manipuladas.

Para a análise, o Radar usou tweets e retweets com as hashtags #Dia07VaiSerGigante, #7deSetembroVaiSerGigante e #Dia7VaiSerGigante e, como parâmetro de comparação, usou as tags #TBT (Throwback Thursday, mencionado quando fotos antigas são publicadas às quintas-feiras), #TheMaskedBrasil (do programa The Masked Singer Brasil) e o termo “sextou”. O gráfico abaixo mostra como a pontuação das hashtags dos atos pró-governo é significativamente maior do que a das outras três, que não são relacionadas a política:

Reprodução

“Há muitas formas de manipular uma conversa no Twitter. Robôs são uma delas. Mas isso também pode ser feito com pessoas reais que falam muito sobre um assunto o tempo todo. Dando a sensação de que uma discussão é muito relevante”, afirma a pesquisadora do DFRLab Luiza Bandeira. “Nesse caso, a impressão é que muitas pessoas estão aderindo à mobilização para os protestos, que eles serão muito grandes e que [Jair] Bolsonaro tem muito apoio. Mas parece que nem tanta gente assim está usando as hashtags”, completa.

O resultado apresentado pelo Radar não significa que toda a convocação para os atos tem sido reproduzida de maneira artificial — o impulsionamento também foi replicado organicamente na plataforma, porém, os dados sugerem que parte dela pode ter sido inflada por robôs (perfis automatizados) ou por outros tipos de comportamentos coletivos de usuários, como a publicação em série de posts citando as hashtags.

DCM

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor