2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 27 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.725

Bolsonaro está usando dinheiro público para destruir o Brasil e é um perigo mantê-lo no cargo, alerta Miriam Leitão em O Globo

(Foto: ABr | Reprodução)

Jornalista diz que o criminoso deve ser afastado da presidência da República com urgência

9 de setembro de 2021

A jornalista Miriam Leitão, que fez campanha pelo golpe de estado contra a ex-presidente Dilma Rousseff e pela prisão política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os dois fenômenos que permitiram a ascensão do fascismo no Brasil, hoje diz que Jair Bolsonaro está gastando o dinheiro de todos os brasileiros para destruir a democracia no País, em sua coluna no Globo.

"O caso de Bolsonaro não é apenas de mau governo. É um perigo para o país deixá-lo no cargo. Lá ele está usando recursos públicos, o aparato presidencial, a máquina do Estado contra a democracia. Para uma pessoa que sempre sonhou com a ditadura, ele está no lugar certo. Por isso, a única defesa possível é o impeachment, que já defendi neste espaço várias vezes", escreve Miriam Leitão.

"Impeachment porque ele é um inimigo da democracia, impeachment porque ele cometeu inúmeros crimes de responsabilidade, impeachment porque, como disse o ex-ministro Celso de Mello, Bolsonaro é um político que não está à altura do cargo que exerce, não tem estatura presidencial e senso de estadista", prossegue.

"Bolsonaro atirou em seu próprio pé. As perdas em valor de mercado na bolsa chegaram a R$ 195 bilhões em um único dia, segundo a Economática. Somente a Petrobras perdeu quase R$ 20 bi. A instabilidade sempre bate nos preços e todos os economistas com os quais falei disseram que já há contaminação de 2022, com redução do crescimento e alta da previsão de inflação. Os problemas econômicos pioram por causa do presidente Bolsonaro, mas ele continua com o seu projeto: um golpe contra a democracia. Ele é o sujeito dessa ação", finaliza.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor