2

São Gonçalo do Amarante - CE - Terça-feira 21 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.719

Bolsonaro se acorvarda do tom golpista e diz em nota que ataques ao STF "decorreram do calor do momento"

(Foto: ABr)

Bolsonaro publicou nota oficial nesta quinta-feira reconhecendo divergências com o ministro Alexandre de Moraes, mas destacando o "respeito pelas instituições, forças motoras que ajudam a governar o país"

9 de setembro de 2021

Após proferir graves ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao ministro Alexandre de Moraes na terça-feira, 7 de setembro, e diante do aguçamento da crise institucional, Jair Bolsonaro publicou nesta quinta-feira (9) uma nota oficial fazendo um importante recuo.

Ele diz no texto que suas palavras, "por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum" e destacou que "existem naturais divergências em algumas decisões do Ministro Alexandre de Moraes".

"Declaração à Nação

No instante em que o país se encontra dividido entre instituições é meu dever, como Presidente da República, vir a público para dizer:

1. Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar.

2. Sei que boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimento acerca das decisões adotadas pelo Ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das fake news.

3. Mas na vida pública as pessoas que exercem o poder, não têm o direito de “esticar a corda”, a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia.

4. Por isso quero declarar que minhas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor