2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 25 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.723

Caos institucional produzido por Bolsonaro derruba a economia, aponta André Lara Resende

(Foto: Divulgação)

Economista que foi um dos formuladores do Plano Real atribui a crise econômica ao caos institucional produzido por Jair Bolsonaro

6 de setembro de 2021

A instabilidade causada pela ofensiva do presidente Jair Bolsonaro contra as instituições democráticas é o principal fator responsável pela deterioração da situação econômica do país, afirma o economista André Lara Resende, em entrevista ao jornalista Ricardo Balthazar, publicada na Folha de S. Paulo.“[A crise] é resultado da crise política, da sensação de que o governo tem um projeto explicitamente antidemocrático e está disposto a sacrificar a economia e as instituições para colocá-lo em prática”, diz ele.

"A verdadeira âncora da inflação é a legitimidade e a credibilidade institucional do governo", prossegue. "O que leva à perda de controle sobre as expectativas é a desorganização institucional e a perda de legitimidade do Estado. É o Estado patrimonialista, dirigido por políticos demagógicos e incompetentes, que solapa a confiança na moeda nacional."

Lara Resende também diz que eventual elevação dos juros não terá efeito algum sobre os preços. "Nesse cenário, a elevação das taxas de juros não segura os preços, mas inibe investimentos, aumenta o custo da dívida pública e leva a mais cortes no orçamento para equilibrar as contas públicas. O mundo inteiro parou de fazer isso. Não entendo por que contestar a ortodoxia na condução da política econômica ainda é visto como algo tão perigoso no Brasil."

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor