2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 22 de Setembro de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.720

Dono da Pro Tork, fábrica de motos, amigo do Véio da Havan, mantém 10 caminhões diante do STF para atemorizar ministros

(Foto: Reprodução)

Caminhões do grupo do empresário bolsonarista Marlon Bonilha, fabricante de motos e apoiador entusiasmado das motociatas, engrossam movimento contra a democracia e pela destituição de ministros do STF

9 de setembro de 2021

O empresário Marlon Bonilha, presidente da Pro Tork, fabricante de autopeças e acessórios para motos, mantém dez caminhões do grupo estacionados em frente ao Supremo Tribunal Federal como forma de intimidar os ministros da Corte. Bonilha, que é amigo do também empresário bolsonarista Luciano Hang, já foi recebido pessoalmente por Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto em junho deste ano. Os caminhões da empresa são a evidência de que a "greve de caminhoneiros" na verdade é um movimento empresarial, um locaute.

Os veículos estão ornados com bandeiras do Brasil em meio a barracas e faixas pedindo a destituição de ministros do Supremo. Até o final da tarde desta quarta-feira (8), ao menos cem caminhões de apoiadores do governo de Jair Bolsonaro ocupavam a Esplanada dos Ministérios. Eles usam os veículos para pressionar pela derrubada do bloqueio que dá acesso ao STF e ao Congresso Nacional.

Os caminhões da empresa teriam deixado o local no final da manhã desta quinta-feira. 

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor