2

São Gonçalo do Amarante - CE - Terça-feira 19 de Outubro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.749

Golpista Michel Temer que derrubou Dilma, diz ser contra impeachment de Bolsonaro

(Foto: ag. Brasil)

Um dos articuladores do golpe que derrubou a presidente Dilma Rousseff, Michel Temer diz que "não é conveniente" iniciar agora processo de impeachment contra Bolsonaro

28 de setembro de 2021

Michel Temer (MDB) avalia que não seria conveniente iniciar neste momento um processo de impeachment contra Jair Bolsonaro.

Ele ressalta que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid pode concluir que o presidente teve "incúria" no combate à covid-19, o que eventualmente pode levar o Ministério Público a pedir o afastamento de Bolsonaro. Entretanto, Temer, que foi um dos articuladores do golpe contra a presidente Dilma em 2016, acredita que o momento não é o ideal para este processo.

A afirmação foi feita durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (27). Segundo Temer, o processo de impedimento é "traumático" e, com o mandato de Bolsonaro já em estágio adiantado, esse efeito se ampliaria.

Temer disse que o impeachment, por passar pelo Congresso, é um processo mais político do que jurídico e que, por isso, não consegue avaliar se Bolsonaro cometeu ou não crimes. Ele afirmou que "não há condições para avaliar sobre o foco jurídico, porque o foco é sempre político", informa O Estado de S. Paulo.

No auge da crise decorrente das agressões de Jair Bolsonaro ao STF e ameaças antidemocráticas feitas em ato público do 7 de Setembro, Michel Temer redigiu uma carta, que foi assinada pelo ocupante do Palácio do Planaldo, em que tentou se salvar de mais um crime de responsabilidade.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor