2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 27 de Outubro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.757

Jornal Estado de S. Paulo, em editorial Vergonha, diz que Bolsonaro desonra e humilha o Brasil

 

Fernando Haddad e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Facebook | REUTERS/Adriano Machado)

Jornal jamais conseguirá apagar um dos editoriais mais infames de todos os tempos, em que comparou o professor Fernando Haddad ao mentiroso profissional e criminoso em série Jair Bolsonaro

22 de setembro de 2021

O jornal Estado de S. Paulo, que jamais conseguirá apagar o editorial "Uma escolha muito difícil", de 2018, em que alegava ser difícil optar entre o intelectual Fernando Haddad e o desclassificado Jair Bolsonaro, hoje afirma, também em seu editorial, que o atual governante do Brasil humilha e desonra o País. "Em discurso na ONU, Bolsonaro, como se estivesse falando a seus fanáticos apoiadores, esbanjou ignorância, má-fé e oportunismo, expondo o Brasil a um vexame mundial. Ou seja, foi o mesmo de sempre. Seu pronunciamento foi uma profusão de meias-verdades e mentiras completas, insistindo no negacionismo e na pregação para sua base eleitoral. Bolsonaro ignora a diferença entre discursar na Assembleia-Geral da ONU e falar no cercadinho do Palácio da Alvorada", aponta o texto.

"Ao desprezar os fatos e a civilidade, Jair Bolsonaro humilha e desonra o País internacionalmente. Os gestos obscenos do ministro da Saúde contra manifestantes em Nova York não foram um deslize num momento de destempero. Trata-se da expressão mais pura do bolsonarismo. Nada é por acaso, como mostrou o discurso do presidente ontem. Nem mil Declarações à Nação mudarão o fato de que Bolsonaro é e sempre será Bolsonaro", finaliza o editorialista.

Bom, poderia ser diferente, como todos sabem.

Estado de S. Paulo

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor