2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 27 de Outubro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.757

Betânia inaugura em Morada Nova a primeira fábrica de leite em pó e leite condensado do Ceará

(Foto: Divulgação).

Empreendimento, localizado em Morada Nova, terá capacidade para processar até 200 mil litros de leite por dia

6 de Outubro de 2021

A Betânia inaugurou na manhã desta terça-feira (dia 5) a primeira fábrica de leite em pó e leite condensado do Ceará. O empreendimento, um investimento de R$ 70 milhões, está localizado no município de Morada Nova, no Vale do Jaguaribe, a 168 km de Fortaleza. A inauguração ocorre no mesmo dia em que chega ao mercado a notícia de que a empresa cearense vai unir operações com a mineira Embaré, em negócio que deve girar em torno de R$ 3 bilhões. A nova fábrica da Betânia terá capacidade para processar até 200 mil litros de leite por dia e vai contribuir para a geração de empregos no Ceará.

A inauguração contou com a presença de políticos, a exemplo do governador do Ceará, Camilo Santana, do Senador Cid Gomes, e do prefeito de Morada Nova, Wanderley Nogueira, além de empresários, funcionários da empresa e do presidente da Fiec, Ricardo Cavalcante.

“Estou muito feliz com esse momento, quero agradecer a todos que colaboraram para essa realização e a todos os produtores de leite que trabalham com a gente. Só sabe o que é produzir leite, quem trabalha com isso”, disse Luiz Girão, fundador da Betânia.

“Antigamente, muitas vezes éramos pressionados a comprar a produção de leite das famílias e não tínhamos capacidade de estocagem, e com essa planta industrial, teremos mais condições de fazer isso. Outro aspecto é que a fábrica vai nos permitir alçar outros mercados, que só com o leite longa vida não seria possível. Isso nos permite ir mais longe, com a fabricação de produtos de maior valor agregado”, disse Bruno Girão, CEO da Betânia Lácteos.

Economia estadual

De acordo com o governador Camilo Santana, a fábrica da Betânia vai ajudar a impulsionar a economia estadual. “Essa é a maior planta láctea do Norte e Nordeste brasileiro, uma grande realização para o Ceará. O momento é de retomar a economia, com a população vacinada. É momento de recuperar o emprego das pessoas, e estar nessa inauguração é muito importante. Com essa fábrica, vamos implantar políticas para melhorar o trabalho dos produtores, com mais tanques de resfriamento de leite no Estado. É imensurável a quantidade de empregos gerados, na cadeia produtiva do Ceará, com essa fábrica. O que mais precisamos, nesse momento, é gerar empregos e oportunidades para os cearenses”, discursou o governador Camilo Santana, que anunciou, na oportunidade, a construção do Aeroporto Regional do Vale do Jaguaribe.

“Essa fábrica é um sonho, ainda da década de 1980, que começou com o fundador Luiz Girão. Agradecemos ao governador pelo incentivos fiscais, que foram fundamentais para a instalação dessa fábrica. Depois de algumas expansões que a empresa fez, nas últimas décadas, está presente em 50 mil pontos de venda do Nordeste”, disse Jorge Parente, acionista da Betânia Lácteos.

“Acreditamos no potencial de crescimento do Ceará e do Nordeste e estamos comprometidos em contribuir de forma ativa e estratégica com o desenvolvimento e o progresso da nossa economia e do nosso povo. A cada 50 litros de leite que a Betânia capta, um emprego é gerado. Isso é muito importante para nós”, completou o CEO da Betânia Lácteos, Bruno Girão.

O Otimista

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor