2

São Gonçalo do Amarante - CE - sEGUNDA-FEIRA 29 de novembro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.790

Na Itália, Bolsonaro mente mais uma vez e diz que 'sempre foi a favor da vacina', mas até hoje não se vacinou

Jair Bolsonaro e Michele Cagiano (Foto: Reprodução)

No auge do cinismo, o chefe do governo brasileiro diz que foi ele quem combateu a pandemia e que “a esquerda e a oposição” nunca fizeram nada sobre o tema

31 de outubro de 2021

Revista Fórum - O presidente Jair Bolsonaro afirmou à rede de TV italiana SkyTg24 que sempre foi favorável à vacinação contra a Covid-19 e que a responsabilidade pela tragédia que ocorreu no Brasil durante a pandemia foi “da esquerda e da oposição”, que não fizeram nada pelo problema. Há poucos dias ele foi banido das redes sociais por afirmar que o imunizante anti-Sars-Cov-2 provocava Aids.

“Nós sempre fomos a favor da vacina. Eu destinei muitos fundos para a compra das vacinas e isso aconteceu. Porém eu penso que os médicos devem ter a autonomia sobre como tratar o paciente e qual remédio escolher para a cura”, disse o líder extremista, mentido abertamente depois de passar quase um ano negando a eficiência das vacinas, dificultando a chegada das doses e incentivando a população a não se imunizar.

Encurralado pelo jornalista Michele Cagiano, que o entrevistava, sobre qual seria, então, o porquê dos 607 mil mortos pela doença no Brasil, Bolsonaro deu uma resposta inacreditável: Lula.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor