2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 27 de Outubro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.757

Permanência de Guedes e Campos Neto no governo é "escandalosa", diz Fenafisco após revelações de contas em esconderijo fiscal

(Foto: REUTERS/Adriano Machado)

"Com a denúncia tornada pública por vários veículos da imprensa, se guardassem algum vestígio ético, ambos deveriam deixar imediatamente as funções públicas que exercem”, afirma a instituição que representa os auditores fiscais

5 de outubro de 2021

A Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) classificou como "conflito de interesse" que torna "escandalosas" as permanências no governo do ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, após a revelação de contas em esconderijos fiscais.

Em nota, a entidade dos auditores fiscais afirma que manter contas em paraísos fiscais é outra artimanha dos super-ricos para não pagar impostos como o restante da população brasileira.

“Guedes e Campos Neto lucram no exterior com dólar alto enquanto a situação econômica do país se degrada. Com a denúncia tornada pública por vários veículos da imprensa, se guardassem algum vestígio ético, ambos deveriam deixar imediatamente as funções públicas que exercem”, afirma em nota.

“Além da não contribuição tributária no Brasil em meio a grave crise fiscal, as offshores são largamente usadas de forma ilícita por empresas e indivíduos para evadir divisas e lavar dinheiro”, diz a instituição.

A Federação ainda ressaltou “a necessidade de uma reforma tributária ampla, social e justa, com a tributação dos super-ricos e isenção das camadas mais pobres da sociedade”. “Não é suportável para o Brasil seguir com as atuais regras fiscais que penalizam os mais pobres com sobrecarga de impostos, enquanto os super-ricos têm mais de 70% de sua fortuna blindadas de tributação, sonegam impostos e ainda escondem dinheiro em paraísos fiscais”.

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou a convocação de Paulo Guedes e Campos Neto para que prestem informações sobre as offshores que possuem no paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas. Já a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal aprovou, nesta terça (5), um convite para ambos, com o mesmo objetivo.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor