2

São Gonçalo do Amarante - CE - Terça-feira 19 de Outubro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.749

Prevent Senior abastecia blogueiros bolsonaristas com informações sobre "tratamento precoce"

Allan dos Santos e Patrick Folena (Foto: Divulgação)

A CPI da Covid teve acesso às quebras de sigilos telemáticos da Prevent Senior e constatou a existência de um grupo de WhatsApp formado por funcionários da operadora e bolsonaristas

6 de outubro de 2021

A CPI da Covid recebeu as quebras de sigilos telemáticos da Prevent Senior que, segundo a CNN Brasil, revelam a existência de um grupo de WhatsApp formado por funcionários da operadora e bolsonaristas, como o blogueiro Allan dos Santos, do site Terça Livre.

O grupo, indicam as mensagens, era um canal pelo qual a Prevent Senior abastecia os bolsonaristas com informações acerca do “kit Covid”, baseado em medicamentos ineficazes contra o coronavírus. O objetivo era que os bolsonaristas pudessem difundir as informações e fazer a defesa do suposto "tratamento precoce".

Patrick Folena, empresário e um dos líderes do grupo Avança Brasil, também participava do grupo. Em uma das mensagens, Folena, em 6 de abril de 2020, diz que o empresário Carlos Wizard iria distribuir gratuitamente a hidroxicloroquina, remédio do "kit Covid". Em outra ocasião, o empresário comemora a produção do medicamento pelo Exército.

A CPI utilizará o material para ligar a Prevent Senior à disseminação de fake news durante a pandemia.

Propagadores de fake news serão, no relatório final da CPI, imputados no crime do artigo 286 do Código Penal, que diz que é crime “incitar, publicamente, a prática de crime”.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor