2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 29 de novembro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.790

Arthur Lira ficou furioso com Rosa Weber: “quem ela pensa que é?” Tá se saindo pior que o Eduardo Cunha

7 de novembro de 2021

Arthur Lira está furioso com Rosa Weber desde que a ministra suspendeu o Orçamento Secreto. O presidente da Câmara avisou aliados que levará essa guerra até as últimas consequências. Ele tem dito, nos bastidores, que a decisão foi uma interferência clara no Legislativo e que não será aceita. O deputado, inclusive, já entrou em contato com alguns ministros do STF para falar de seu descontentamento.

Ao DCM, um assessor confirmou que Lira perdeu as estribeiras ao receber a notícia da suspensão determinada por Weber. “Quem ela pensa que é?”, foi a primeira reação do presidente da Câmara ao ser informado do fim do Orçamento Secreto. Para ele, não há ilegalidade na distribuição de emenda, ainda que não passe por nenhuma transparência.

Lira telefonou para três ministros do STF e desabafou. Ele teria reclamado da canetada da ministra e dito que não pode aceitar uma interferência. O deputado, no entanto, ouviu de, ao menos um deles, que é preciso calma e ordem judicial é feita para cumprir.

Leia também

Arthur Lira x STF

A princípio, o presidente da Câmara chegou a cogitar ignorar a decisão judicial. Mas ele tem sido aconselhado que isso pode torná-lo alvo, como aconteceu com Bolsonaro. Um dos ministros do Supremo o lembrou sobre o risco que ele incorreria em desobedecer uma decisão do próprio STF. Mais calmo, Lira pediu que a decisão fosse levada logo a plenário.

Os ministros do Supremo irão julgar o caso em breve, já tem até data para a apreciação. Mas no momento, não há nenhum indício de que a decisão de Weber será barrada pelos colegas. Isso porque, o Orçamento Secreto vem sendo duramente criticado por sua falta de transparência. É uma guerra que promete, já que outros deputados devem recorrer também.

DCM

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor