2

São Gonçalo do Amarante - CE - sEGUNDA-FEIRA 29 de novembro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.790

Bolsonaro vai nomear 75 novos desembargadores na maior canetada da história, operação é comandada pelo ministro Kássio Conká do STF

Foto: Reprodução

11 de novembro de 2021

O presidente Bolsonaro dará a maior canetada da história recente do Judiciário brasileiro. Em 2022, ele irá nomear 75 desembargadores nos seis tribunais regionais federais. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Isso ocorrerá porque a Câmara aprovou um aumento de quase 50% nas vagas dos tribunais. Serão 18 novos juízes. O Brasil passará a ter 214 desembargadores. Atualmente, são 139.

Há grande temor de especialistas sobre um aparelhamento das cortes pelos apoiadores de Bolsonaro. Isto porque adversários políticos podem ser punidos injustamente. Lula é o maior exemplo. Foi julgado e preso por determinação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Nas últimas semanas, Lula comprovou sua inocência por mais de 20 vezes, evidenciando a perseguição que sofreu.

Nunes Marques é o principal articulador para a canetada no Judiciário

Kássio Nunes é tratado como o responsável por articular o preenchimento das vagas. Seu gabinete teria recebido futuros candidatos aos cargos. Ele foi tratado pelo presidente Bolsonaro como “10% dele no STF”.

Parte das indicações é feita pelo Ministério Público e da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Mas é Bolsonaro que decide se aprova ou não.

Ainda há grande preocupação financeira. Com mais desembargadores, mas dinheiro público terá que ser usado para pagar salários.

DCM

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor