2

São Gonçalo do Amarante - CE - Domingo 5 de Dezembro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.796

‘Combate à corrupção?’ Professora da UFRJ cita ficha suja do Podemos e cobra Sergio Moro

4 de novembro de 2021​

Sergio Moro. Foto: Isac Nóbrega/PR

Professora de Economia da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e autoria do livro Operação Zelotes, Maura Montella publicou uma carta aberta a Sergio Moro. Após o anúncio da candidatura do ex-juiz, ironiza:

“Fiquei sabendo que o senhor vai se filiar ao partido Podemos, aquele mesmo, cheio de processos por corrupção, para se candidatar ao Senado Federal ou à presidência da República, prometendo combater, o quê? A corrupção!”.

Ela aguarda um debate de Moro com Lula na eleição de 2022, mas diz que seria “sonhar alto demais”. “O senhor não deve ser bom de debates, porque em sua vida pública nunca nos pareceu que desse ouvidos para as duas partes ou mesmo para o contraditório, como se espera de um juiz (eu ia dizer ‘de um juiz imparcial’, mas ‘juiz’ e ‘imparcial’ é, ou deveria ser, pleonasmo)”, prossegue.

Maura Montella convida Moro para debate sobre Economia

Diante da possível possível fuga do ex-juiz contra o ex-presidente, Maura convida Moro para um debate sobre Economia. Ela diz fazer o convite “como cidadã comum e eleitora”: “Sou professora de Economia e gostaria de saber quais são seus planos nessa área”.

“Porque quebrar a Petrobras e as empreiteiras e jogar mais de 15 milhões de brasileiros na vala do desemprego, o senhor soube fazer. Quero ver, caso eleito, como o senhor procederia para conseguir o efeito contrário”, justifica.

Leia a carta na íntegra:

CARTA ABERTA AO SR. SERGIO MORO

(Des)prezado Sr. Moro,

Fiquei sabendo que o senhor vai se filiar ao partido Podemos, aquele mesmo, cheio de processos por corrupção, para se candidatar ao Senado Federal ou à presidência da República, prometendo combater, o quê? A corrupção!

O senhor não deve ser bom de debates, porque em sua vida pública nunca nos pareceu que desse ouvidos para as duas partes ou mesmo para o contraditório, como se espera de um juiz (eu ia dizer “de um juiz imparcial”, mas “juiz” e “imparcial” é, ou deveria ser, pleonasmo).

Desfaçatez não lhe falta, sabemos todos, mas ver o senhor cara a cara com o ex-presidente Lula, que o senhor tirou do páreo para se tornar ministro do seu principal oponente, seria sonhar alto demais.

Então, como cidadã comum e eleitora, venho lhe fazer um convite: me chame para um debate; uma conversa, que seja! Sou professora de Economia e gostaria de saber quais são seus planos nessa área.

Porque quebrar a Petrobras e as empreiteiras e jogar mais de 15 milhões de brasileiros na vala do desemprego, o senhor soube fazer. Quero ver, caso eleito, como o senhor procederia para conseguir o efeito contrário.

Ah, escrevi vários livros didáticos de Economia, ensinando desde o bê-á-bá até os modelos econômicos mais complexos, mas sei que o senhor não gosta de ler… Mesmo porque, se gostasse, lhe enviaria o meu mais recente livro, “Era só para envolver o Lula na Zelotes”, para podermos discutir o lawfare praticado e disseminado pelo senhor e pela Lava Jato, em pé de igualdade.

Fica então o convite.

Aguardo o retorno.

Sem mais,

Maura Montella

DCM

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor